Ir para o conteúdo

Racismo Estrutural - Coleção Feminismos Plurais

R$ 29,90

Nos anos 1970, Kwame Turu e Charles Hamilton, no livro "Black Power", apresentaram pela primeira vez o conceito de racismo institucional: muito mais do que a ação de indivíduos com motivações pessoais, o racismo está infiltrado nas instituições e na cultura, gerando condições deficitárias a priori para boa parte da população. É a partir desse conceito que o autor Silvio Almeida apresenta dados estatísticos e discute como o racismo está na estrutura social, política e econômica da sociedade brasileira. 

Autor(a): Silvio Almeida
ISBN13: 9788598349749
Edição: 1ª
Número de páginas: 256
Acabamento: brochura
Formato: 11,5 x 16 cm


Leia a introdução completa do livro aqui: 

À leitora e ao leitor que me dão a alegria de ler este livro, faço dois alertas. O primeiro é que não se trata de um livro especificamente sobre raça ou racismo. Trata-se, sobretudo, de um livro de teoria social. Neste sentido, há duas teses a destacar: uma é a de que a sociedade contemporânea não pode ser compreendida sem os conceitos de raça e de racismo. Procuro então demonstrar como a filosofia, a ciência política, a teoria do direito e a teoria econômica mantêm, ainda que de modo velado, um diálogo com o conceito de raça. A outra tese é a de que o significado de raça e de racismo, bem como suas terríveis consequências, exigem dos pesquisadores e pesquisadoras um sólido conhecimento de teoria social.

O segundo alerta refere-se ao fato de que não se pretende aqui apresentar um tipo específico de racismo, no caso, o estrutural. A tese central é a de que o racismo é sempre estrutural, ou seja, de que ele é um elemento que integra a organização econômica e política da sociedade. Em suma, o que queremos explicitar é que o racismo é a manifestação normal de uma sociedade, e não um fenômeno patológico ou que expressa algum tipo de anormalidade. O racismo fornece o sentido, a lógica e a tecnologia para a reprodução das formas de desigualdade e violência que moldam a vida social contemporânea. De tal sorte, todas as outras classificações são apenas modos parciais – e, portanto, incompletos – de conceber o racismo. Em suma, procuramos demonstrar neste livro que as expressões do racismo no cotidiano, seja nas relações interpessoais, seja na dinâmica das instituições, são manifestações de algo mais profundo, que se desenvolve nas entranhas políticas e econômicas da sociedade.

Movido pelo espírito da coleção Feminismos Plurais, que consiste em apresentar ideias importantes de modo acessível, iniciamos o livro com uma breve exposição histórico-conceitual dos termos raça e racismo. Apreendidos estes conceitos fundamentais, passamos aos demais capítulos, nos quais iremos, em cada um deles, estabelecer a relação entre o racismo e os aspectos centrais das estruturas sociais: racismo e ideologia; racismo e política; racismo e direito e, final-mente, racismo e economia.Esperamos que esse volume possa inspirar pesquisas sobre filosofia, direito, política, economia e psicologia social que contribuam para a formação de pessoas realmente compromissadas com a transformação da realidade.

Net Orders Checkout

Item Price Qty Total
Subtotal R$ 0,00
Shipping
Total

Shipping Address

Shipping Methods